Cidade Manaus: “A cidade sob os meus olhares”

Sabe esses lugares que todo mundo já ouviu falar, mas não faz a mínima noção de como seja? Pois um deles é Manaus. No Brasil não há um mortal que não tenha ouvido falar ou lido por aí alguma vez “Zona Franca de Manaus” ou “Produzido no Pólo Industrial de Manaus” e mesmo “Manaus da Amazônia”. Engraçado é como essas referências são tão diferentes: centro de referência em tecnologia e indústria e centro de referência ambiental, a cidade no meio da floresta e entre grandes rios. Parece que não combina uma ideia com a outra. Tá aí a explicação pra tanta dedução errada (e engraçada) sobre Manaus.

Quando anunciei que mudaria pra Manaus, e a mudança acontecerá em poucos dias, uma série incrível de pitacos e tentativas (bastante criativas) de caracterizar a cidade surgiram. Daria pra contar algumas hilárias, mas é melhor não! Vai que depois vocês saem por aí repetindo! =)

Uma eu revelo: uns professores colegas de trabalho me alertaram pra não levar o carro de Minas até Manaus porque no caminho algum jacaré poderia comer meu pneu! =)) E outra também: até os atendentes da Gol entraram na onda e ao perceberem minha mala cheia de facas e utensílios de cozinha perguntaram se eu estava levando pra cozinhar alguma cobra! Gente! Quanta piadinha!

Acontece que agora cá estou eu pra contar não só para os que encontro no dia a dia, mas também pra vocês que em Manaus não tem jacaré no meio da estrada e que os utensilios de cozinha são para fazer o que a gente faz em Minas, que em Manaus há cores, sons, luzes, brilhos, pessoas e lugares lindos, diferentes e misteriosos. Essa é Manaus. Manaus pra mim.

5 comentários em “Cidade Manaus: “A cidade sob os meus olhares”

  1. Ei, Paula. Espero que você e a Clara sejam felizes aí. Estou na torcida por vocês. Será muito triste voltar para a faculdade e não te encontrar.
    Abraços;

  2. Paula, toda vez que leio alguma coisa que você escreve, me emociono. Acredito que voce tem olhos mágicos, que enxerga coisas com uma pureza encantadora. Manaus está ficando uma cidade que dá vontade de visitar, fácil de gostar, com um povo hospitaleiro, com qualidade de vida.
    Abraços da mamãe, sua fã. Continue escrevendo e sucessos para vocês três. Beijos no Fernando e Clarinha.

  3. Achei o começo do seu blog… vou tentar lê-lo do início ao fim… Parabéns mais uma vez, vc escreve muito bem! Como acho q já lhe disse, estou aqui há pouco mais de um ano, ainda não estou trabalhando, sou professora de educação infantil, meu marido veio trabalhar em um projeto e temos uma previsão para ficar aqui por uns 3 ou 4 anos, no começo (e devo admitir, ainda hj) me sinto inconformada com coisas que vejo na cidade ou com as diferenças culturais que encontro, mas estou começando a “aprender” mais do que só criticar, e devo confessar que já conheci muitas coisas boas nessa terra tão diferente!!!

    • Catarina, acho que um dia podemos marcar um encontro para contarmos uma para outra pessoalmente nossas impressões sobre essa terra do sol.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: