O que acontece em Manaus: “Os manobristas”

Quando parece não haver vaga, lá vem ele balançando seu clássico paninho e indicando bem ali um lugar vago à nossa espera. Vira pro lado, ajeita pro outro, mais pra frente, posso dar uma olhada? Eles são uma constante pelas ruas de Manaus, assim como por todo o Brasil. Mas aqui ganham mais status, digamos. Manaus é uma cidade de poucos estacionamentos rotativos e as áreas de grande fluxo tem que comportar a grande quantidade de carros que pretendem estacionar. E o incrível é que sempre tem uma vaga bem em frente ao local que queremos chegar. “Bem em frente” é otimismo, mas bem mais próximo que a média em grandes centros ou mesmo na minha querida Barbacena mineira, que tem o centro mais curioso do mundo – acho que os carros ficam lá durante toda a noite pra conseguir a vaga durante o dia.

Para conhecer um pouco mais dessa gente, um documentário com todo seu charme do meu colega de trabalho Suamy Beydoun. Enjoy!

Um comentário em “O que acontece em Manaus: “Os manobristas”

  1. Paulets, muito interessante este post. Agora me surgiu uma dúvida… como é a rede de assistência social no município de Manaus, existem CRAS, REAS, Albergues, Casas Lares, Casas de Passagem? Descobre ae! =)
    Beijinhos!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: