O que acontece em Manaus: “O vendedor de peixes”

Naldo. Vendedor de peixes. Trabalha 12 horas por dia, começa às 6h e termina às 18h. Tem família: 3 filhos.

De manhã bem cedo vai até os fornecedores buscar os peixes. No mercado, vende tambaqui e matrinxã. Preço do tambaqui? 3 quilos e meio por R$6,00.

O movimento e o aumento das vendas acontece nos finais de semana, nos feriados e principalmente na semana santa. “Semana Santa é o momento auge, pico nas vendas”, segundo Naldo.

Julho é o mês mais difícil para conseguir peixes no rio. É o fenômeno “escuro da lua” (que ele não me explicou o que. Nem ele, nem o Google).

Se ganhasse mais trocaria de trabalho. É… Naldo não é um apaixonado pela profissão “vendedor de peixes”. Gera cerca de R$2500,00 por mês. Isso dá pra ele e pra família.

Seu box é o 39.  Mercado do Porto, Manaus. “O turista passa sempre para fotografar, mas quem compra mesmo é o morador local”. É… vontade de fotografar dá mesmo. E ele até posa pra foto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: