O que fazer em Manaus: “Botos da Amazônia: Novo Airão e Anavilhanas”

Os botos de Novo Airão e as maravilhas de Anavilhanas podem ser visitados de uma maneira muito mais simples hoje, mais de três anos depois de eu ter feito esse post. A Ponte Rio Negro leva você até Novo Airão até os botos sem necessidade de travessia por balsa.

Mas aqui está o post que fiz na época para que você conheça como era difícil chegar lá…

 

…………………………………..

 

Morar em Manaus é morar na Amazônia. Além de aproveitarmos as belezas que a cidade grande nos traz, podemos nos refugiar no mato, no rio, em maravilhosos emaranhados da natureza.  Uma dessas belezas conhecemos no final de semana passado: Novo Airão. Cidade do interior do Amazonas que conseguimos chegar até com certa facilidade: atravessamos o rio de balsa (a travessia dura uma hora e a espera na fila, pela manhã de sábado, às 7h, levou 30 minutos, custou R$30,00) e percorremos a estrada estreita e com poucas curvas (perspectiva de mineira) por mais ou menos duas horas.

Chegamos a Novo Airão com tudo já combinado: que passeio faríamos e em que pousada ficaríamos. A hospedagem foi na Pousada das Bromélias e realmente ficamos super satisfeitos com a hospitalidade do sr. Luís. Almoçamos no Canto da Peixada por R$10,00 preço fixo do self-service. Adivinhem? Comemos Jaraqui (e não vamos mais sair daqui) e umas outras coisinhas gostosas. De tarde, conhecemos os dois centros de artesanato da cidade e logo depois fomos visitar os botos.

Gente! apesar do meu medo do bicho, é muito legal! O próprio restaurante vende um prato de R$5,00 de peixe picado e vamos jogando para o boto. Dá pra passar a mão e jogar o peixe bem na boca dele. Muito, muito emocionante. Além de nós, tinham outros turistas. Alguns arriscavam entrar na água e nadar com os botos, mas antes nos alertaram que não era uma boa ideia, já que as fêmeas ficam um pouco irritadas nessa época. Se é verdade não sei, preferi não arriscar. Só o fato de estarmos ali tão próximos dos animais a ponto de tocá-los (parecem de plástico), já era bastante bom.

Um porém existe: nosso guia nos contou que esses botos estão muito gordos e que isso preocupa um pouco os órgãos ambientais. Sendo alimentados dessa forma os botos perdem a capacidade de caçar por conta própria e não gastam muita energia para conseguir comida, por isso engordam.

Assim que terminou o momento boto, fizemos um passeio de lancha para conhecer as várias ilhas de Anavilhanas. Não entramos nas ilhas, somente percorremos os lagos e as entranhas da floresta. Eram muitos os caminhos bastante apertados entre as florestas. Lindos. Num deles, nossa lancha ficou presa por causa de um tronco caído no rio e foi um extra divertido.  Uma natureza de beleza sem igual que as fotos não conseguem traduzir.

Não vou reclamar, mas a volta realmente foi o momento trash da viagem: estávamos quase sem dinheiro, porque em Novo Airão não tem caixa do banco do brasil nem 24 horas e em Manacapuru não tinha máquina com dinheiro na agência. Conseguimos comer em um restaurante legal na estrada (e barato), o Três Irmãos, já próximo de Iranduba. E logo depois disso enfrentamos uma fila terrível para entrar na balsa. 3 horas de fila + 1 hora de travessia. A dica é voltar mais cedo, tipo antes do almoço. Foi super cansativo, mas pro passeio ter valido a pena é só não lembrar dessa parte. Da próxima vez que formos a ponte que liga o lado de cá (Manaus) com o lado de lá (Manacapuru) já estará pronta e aí vai ser 100% ótimo!

13 comentários em “O que fazer em Manaus: “Botos da Amazônia: Novo Airão e Anavilhanas”

  1. Olá Paula,

    Sou de Salvador(BA), já morei em BH e estou me preparando para a travessia do Amazonas (desde o Chile) até a sua foz no Brasil. Se tudo ocorrer como previsto deverá durar uns 3 meses, pois pretendo passar alguns dias em diversas comunidades ribeirinhas, fotografando (sou fotógrafo) e documentando o que esse povo rico tem a dizer. E de certa forma, levar para outros um pouco disso e quem sabe uma perspectiva de melhora… certamente será uma viagem de grande significado.

    Descobrir o seu blog foi importante, pois todas as informações e depoimentos da região me interessam.

    Aproveito para lhe convidar a acessar o meu blog no http://www.ricardosena.com.br

    Boa Sorte e excelentes experiencias nessa terra!

    • Ricardo, estou aqui com seu blog aberto descobrindo suas belas fotos. Parabéns. Espero que sua viagem seja muito linda, cheia de momentos mágicos que estalam diante de sua máquina. Se precisar de qualquer ajuda específica, conte comigo. E também se precisar de contatos no interior, tenho alguns. Abraços e obrigada pelo seu comentário, me fez muito feliz.

  2. olá Paula

    Visitei o blog e como a conheço imaginei vc. contanto sua experiência, ótima idéia para quem quer vir conhecer manaus e até para nós amazônicos que muitas vezes não desfrutamos desses lugares e da floresta.

    bjs

  3. Olá Paula,
    ESTOU PRETENDENDO CONHECER A REGIÃO AMAZONICA PROVAVELMENTE EM OUTUBRO OU NOVEMBRO, SABE DIZER SE É UMA BOA ÉPOCA… SE 3 DIAS E 2 NOITES É SUFICIENTE PARA AS PRINCIPAIS ATRAÇÕES DE ANAVILHAS. SE CONHECE MAIS ALGUM LUGAR INTERESSANTE QUE NÃO ESTEJA MUITO DIFUNDIDO, IREI AINDA FICAR 2DIAS E 2 NOITES EM MANAUS, 2DIAS E 2 NOITES NAS IMEDIAÇÕES DO PARQUE AMAZONAS, 1 DIA E 1 NOITE EM TUPÉ.

    GRATO PELA SUAS INFORMAÇÕES EM SEU BLOG, A PROPÓSITO QUALQUER INFORMAÇÃO SOBRE CHAPADA DIAMANTINA, PRAIAS DO NORTE E DO SUL DA BAHIA ESTOU A DISPOSIÇÃO

    • Ricardo, olá! Obrigada pela sua visita.
      Outubro e novembro são meses muito quentes por aqui. Esse ano parece que vai haver mais chuvas que o habitual nessa época (elas aliviam o calor), mas sem dúvida é o auge do verão. Uma informação importante é que na cidade você vai sentir mais calor do que em Anavilhanas. Sim, 3 dias em Anavilhanas é legal, mas se conseguir ficar um pouquinho mais, é o aconselhável. Eu passei bem rapidamente e fiquei encantada. Mas como seu plano é fazer outros passeios, creio que se ficar 3 dias pode aproveitar bem. (Como você vai chegar a Anavilhanas?) Anavilhanas, apesar de ser um lugar conhecido, é bem isolado. Não vai encontrar muitas pessoas por lá, poderá ouvir a natureza e vê-la em seu estado de preservação em quase todos os momentos. Em Manaus há muita coisa para conhecer também, então vale programar direitinho. Se quiser listar alguns programas de seu interesse posso ajudar também. Obrigada pela visita. Com certeza um dia vou precisar das informações sobre as praias e sobre a chapada diamantina! Boa programação de viagem!

  4. olá já fui em novo airão foi maravilhoso mas no dia que fui com minha familia o peixe tava muito caro e o atendimento pessimo não sei c foi naquele dia mas nem nos importamos pois lá é lindo e tudo é maravilhoso, mas lá tem atendimento preferencial se vc for turista e mais caro, bem de qualquer forma lá é realmente lindo moro em manaus e volto lá agora em setembro pois ja vai ter praia. Entre no meu orkut e veja as minhas fotos com os botos susy.santiago@hotmail.com

  5. Oi Paula,
    Eu estive em Manaus em julho, mas não tive tempo de visitar os botos. Queria saber se em um dia posso visitar os botos e tambem a media de quanto vc gastou nesse passeio.
    OBRIGADO.

    • Samuel, olá! Ir visitar os botos é uma experiência muito boa. Vale a pena também dar uma volta de lancha em Anavilhanas logo na sequência. Você se diverte e entra em contato com paisagens maravilhosas. É uma natureza pura, virgem, resguardada sem igual.
      O passeio de lancha e a ida aos botos ficou em R$350 para mim e para meu marido. Iniciamos umas 8h ou 9h da manhã e ficamos até às 15h passeando. Acho que foi esse o tempo que gastamos. Fizemos todo o contato pela pousada das bromélias, que foi onde ficamos hospedados.
      Bom, uma coisa que você pode saber é que é sim possível sair de Manaus bem cedo, pegar a balsa (em breve, com a ponte, vai ficar MUITO mais fácil) e ir para Novo Airão a tempo de fazer o passeio. Voltar no mesmo dia é possível, mas vai ser um tanto quanto cansativo. Se puder dormir por lá mesmo é mais negócio. Um abraço e me conte quando fizer a viagem.

  6. PAULA BOM DIA, ESTAMOS QUERENDO VISITAR MANAUS COM NOSSA FILHA DE 7 ANOS PARA QUE ELA NADE COM OS BOTOS, TEM COMO ME PASSAR OS DADOS DA PAUSADA QUE MENCIONOU ACIMA DAS BROMELIAS, POIS NÃO ENCONTREI NADA NO GOOGLE, E SE NÃO FOR MUITO INCOMODO ME ENVIE QUE PASSEIOS PODEMOS FAZER E SE NÃO TEM ALGUMA POUSADA + PERTO DOS BOTOS, E QUE NÃO GASTE MUITO, SABE NÉ O DINHEIRO É MEIO CURTO. FICO NO AGUARDO DE UMA AJUDA. OBRIGADO

  7. Olá Paula, adorei o relato da sua experiencia em Novo Airão e me despoertou a vontade de ir com meu marido e meu filho de 12 anos. Vc pode me passar as informações da Pousada ? Aguardo, bjs

  8. Adorei seu relato. Cheguei em Adrianopolis domingo… estou sozinha e perdida… preciso de mais dicas… !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: