Especial São Gabriel da Cachoeira: Mulheres traídas

Em São Gabriel da Cachoeira, quando algum marido pula a cerca, as mulheres da cidade pintam os muros “Fulana, seu marido fez isso, isso e aquilo no dia e horário tal. Se quiser que eu te conte os detalhes pessoalmente, ligue para o número tal”.

E no restaurante Mac Dragon, a atendente logo disse para a esposa que foi lanchar com o maridão:

“Fulana, você sabia que na terça-feira seu marido esteve aqui lanchando com um cara cabeludo, cabelo amarrado, sem a sua presença?”

“Ah! Sei sim, nesse dia ele estava liberado.”

Nem se conheciam.

Um comentário em “Especial São Gabriel da Cachoeira: Mulheres traídas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: