Como é viver em Manaus: “Raízes”

Quando vejo uma árvore bem linda compondo a paisagem, toda verde, copa enorme, eu fico a imaginar como seriam as raízes dessa tão bela criação da natureza. É a raiz que lhe sustenta, é a raiz que lhe mantém viva, é a raiz que a fez tão grande, tão bela.


Raízes, falava meu pai (e ainda fala), só dão em árvores, nós não temos raízes. E concordando com ele ganhei asas e voei para onde tive vontade de voar. Minhas pernas me levaram por bons caminhos e um desses caminhos me trouxe a Manaus. Manaus, terra do sol quente, da sombra fresca. Manaus que despertou em mim a sensibilidade para as pessoas que encontram-se tão separadas de tudo e todos, que modificou minha percepção do tempo e do espaço, que remexeu minhas sensações de saudade e que me abriu para a descoberta. As pernas me trouxeram e as pernas me levarão.

Sim, não tenho raízes que prendem minhas pernas ao chão. Mas tenho raízes muito fortes que se espalham por todo meu eu. Raízes feitas de emoção. Raízes feitas por pessoas. Raízes que sustentam. Raízes que me mantêm viva. Raízes que me fazem ser “tão grande”. Essas raízes se formaram ao longo da vida e foram cultivadas com amor, carinho, afeto… meus pais, minha irmã, minha filha, meu marido, meus alunos, meu trabalho como professora, minha melhor amiga. Raízes que vieram comigo no vôo até Manaus.

Raízes não se vão. Onde quer que estejamos, elas nos acompanham, permanecem intactas dentro de nós e ganham vida sempre que desejamos. E agora, que sorte a minha, bem sutil e intensamente, com toda delicadeza, uma raiz tão linda surge bem aqui onde estou. Manaus, terra do sol quente, da sombra fresca, não me trouxe só observações e percepções do novo. Manaus me trouxe uma nova raiz. Uma raiz que transforma o profissional, que compartilha afeto, motivação, carinho. Uma raiz que me faz acreditar que estou mesmo no lugar certo.

4 comentários em “Como é viver em Manaus: “Raízes”

  1. Irmã, que texto lindo! Isso sim é demonstração de saudade e amor!
    Com certeza deixamos e levamos muitas coisas de todos os lugares que passamos e de todas as pessoas que conhecemos. Saber apreciar e reconhecer isso é um amadurecimento muito grande.
    Fico muito feliz de te ver tão corajosa, sinto que fiz parte desta construção em você.
    Beijos! Te amo.

    • Minha irmã linda e querida, saudades de todos aí. E sim, estou apreciando muito tudo o que está acontecendo e o que estou sentindo por aqui. Grande beijo e super abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: