Como é viver em Manaus: “Solução simples + custo baixo = deixa pra lá”

É uma questão de interesse político: mais vale fazer uma obra faraônica e conseguir uns trocos a mais no caixa 2 do que implementar soluções simples de baixo custo.

fonte: Corbis

Em frente ao shopping construíram uma passarela. Os pedestres, pobres coitados, queriam atravessar e só mesmo arriscando a vida para cruzar a pista de alta velocidade. O semáfaro de pedestres que havia por ali foi desligado e as reclamações evidentemente começaram a chover. Choveu, choveu e a resposta foi que só mesmo construindo uma passarela para resolver o problema. Ahã.

O semáforo favorecia não só o pedestre dali, mas também o que queria atravessar lá na frente, bem mais adiante, na mesma rua. “Mas os motoristas não respeitam o semáforo!” – gritavam para justificar a nova opção viável. Mas gente, tem radar pra quê? Coloca um pica pau por ali e multa quem ousar passar no sinal vermelho. O escarceu foi feito e hoje lá está a passarela, imponente, marcante, cumprindo sua função.

Fonte: Corbis

Lembro da história do senhor Valdomiro quando me deparo com umas iniciativas como essa da passarela. Seu Valdomiro era um senhor de 79 anos, morador do bairro Parque Dez. Dia desses, diante da forte chuva que começava, resolveu tirar o lixo que entupia um dos bueiros e foi derrubado pela correnteza exatamente dentro do bueiro. Desapareceu. Ele era um dos que brigavam com a prefeitura para que os mais de 30 bueiros destampados de seu bairro ganhassem uma solução.

É fato: contradições como essas não são peculiaridades da capital do Amazonas. Modelos de investimento e priorização como esses também não.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: