Como é viver em Manaus: “Ao retribuir”

Manaus. Para quem aqui nasceu, a terra. Para quem aqui passa a viver, a cidade. Para quem está por vir, a dúvida.  Para quem passou, parte. Para quem nunca pensou, floresta. Tive dúvida, me acolhi na cidade e fui abraçada pela terra. De todas as dificuldades que encontro na cidade, de todos os problemas dessa urbanidade pouco planejada, de todas as situações de caos e desestruturação,  do trânsito fora de órbita ou das ruas mal numeradas, Manaus é acolhida, é andar pelas ruas sem medo,  é precisar de ajuda e receber. Vejo Manaus com os olhos de quem gostaria de limpar o que está fora do lugar e ao mesmo tempo me deparo com uma vontade de abraçar tudo e dizer para os que criticam a bagunça se calarem para então perceberem o que é possível fazer. Quando da dúvida Manaus se transforma em cidade para os que aqui chegam, é terra contada e compartilhada, mas nem sempre Manaus é terra tida como digna de retribuição. E então, mais uma vez, sinto vontade de abraçar tudo. 

4 comentários em “Como é viver em Manaus: “Ao retribuir”

  1. Que forma adorável você escolheu para expressar as sensações que essa cidade provoca! Adorei seu blog, o lí inteiro no mesmo dia que o encontrei =D Tb cheguei a pouco na cidade, e vim de longe, me identifiquei muito contigo!
    Parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: